quarta-feira, 26 de novembro de 2014

Pó de Estrelas (Natal) - As canções da Maria - Maria de Vasconcelos

Dia do Pijama - atividades

Chegado o dia a sala foi preparada de uma maneira muito especial. O dia era especial!


... se vocês vissem aqueles sorrisos! Ainda fizemos a dança dos pijamas, mais jogos e fotos, muitas, até com todos os meninos do pré-escolar. Para completar a nossa missão, um dos pequerruchos disse à mãe, ao ir embora: "para ajudar os meninos que não têm roupa, não têm sapatos, não têm casa...". Acho que lhes consegui passar a mensagem...

Este foi o trabalhinho que os meninos fizeram em casa com os papás: fazer um pijama para os nossos bonecos de papel. Obrigado pela colaboração!

quarta-feira, 5 de novembro de 2014

ATAR OS SAPATOS (ATACADORES)

Quando tenho meninos de 5 anos gosto de lhes ensinar a atarem os atacadores dos sapatos, porque o passo seguinte é irem para o 1º Ciclo e devem ir com a maior autonomia possível. Portanto, saberem limpar o rabo e atar os sapatos, sim! , fazem parte dos meus objetivos.

Voltando aos sapatos...existem várias histórias para ler, sendo a coleção da Camila uma priveligiada:


As crianças trouxeram um atacador de casa e fizemos o molde de um sapato para treinarmos.
Utilizámos cartão para a sola, que pintámos, fizemos recorte e picotagem, e construímos os nossos sapatos.
Atar os atacadores exige uma habilidade especial, que hoje em dia é cada vez menos treinada devido ao uso de calçado com velcro e fechos. Fácil para todos mas entardece esta aprendizagem.

Depois, enquanto demonstro, conto-lhes: " Pegamos nas pontas do atacador, cruzamos e damos um nó. Depois dobramos cada uma e fazemos dois laços, como se fossem as orelhas de um coelhinho. Seguramos com os polegares e dedo médio e voltamos a cruzar, fazendo um buraco com os indicadores, para aí passar a orelha do coelho. Por fim é só puxar e...já está o laço!".
Como vou mostrando enquanto faço e depois faço-o individualmente, as crianças ficam muito motivadas e querem logo saber fazer, É necessário tempo diferente para cada um.


Apesar de não ser assim que ato os meus sapatos, é desta maneira que ensino aos mais novos e tem resultado bastante bem!

AS CORES, AS FORMAS

Há umas semanas pedi para as crianças trazerem de casa um objeto à sua escolha (recado para os papás), que teria de ter uma cor especifica: amarela, azul ou vermelha. Depois, à medida que foram chegando, construímos um quadro na nossa sala e fomos falando nas cores em diferentes ocasiões.

Para ajudar nesta aprendizagem, numa divertida sessão de amassar, esticar, espalmar, apertar, rolar...com massa de cores as crianças modelaram réplicas desses objetos.
Algumas precisaram de uns pequenos ajustes do adulto para não se sentirem muito frustradas e as obras serem mais semelhantes.
As crianças que não chegaram a trazer nenhum objeto também se divertiram, como é evidente.

Aqui está o resultado:


MASSA DE CORES

Foi durante o meu curso na Universidade de Évora que aprendi esta "receita" e ainda circula nas minhas planificações.
É uma atividade muito divertida, além de encantar crianças de várias idades, e gostaria de a partilhar convosco.
Além disso, podemos trabalhar diversos conteúdos. Hoje destacámos as cores e a textura.

Material necessário:

  • água, tinta pigmentada / corante alimentar, óleo alimentar, vinagre e farinha sem fermento.
Como se faz:
  • Numa bacia: gosto de ter a água um bocadinho morna para facilitar. Adiciono à água um bom bocado de tinta, para a cor não ficar muito desmaiada. Dou uma regadela com óleo e vinagre e passo a mão para misturar um bocado. Depois acrescento a farinha, como se estivesse a fazer massa para um pão. Amasso, amasso, até conseguir formar uma bola que se solta facilmente. E já está! Dá para um dia divertido, com uma grande quantidade e variedade de cores.





A massa de cores serve para modelar, ficando semelhante à plasticina.